Limpeza do Cólon

Vamos frisar, nesta página, informações do livro TISSUE CLEANSING THROUGH BOWEL MANAGEMENT (A Limpeza dos Tecidos Através do Intestino) do norte-americano Bernard Jensen.

Esse livro pode ser obtido a partir deste link: http://cleansing.beinsa.info/books/cleansing.pdf

(Obs.: Aconselhamos o leitor a dirigir-se às paginas de número 97 a 106 e ver as impressionates imagens de dejetos retirados do intestino de pacientes por meio do método indicado no livro; as outras imagens desse intervalo representa a evolução da cura de gente que se submeteu ao método. Esse método será descrito no fim desta página.)

Há também menção sobre a limpeza dos intestinos no livro A Surpreendente Limpeza do fígado e da Vesícula. Já falamos  sobre a limpeza do cólon falada nesse livro na página Como Limpar o Fígado e a Vesícula; repetiremos aquelas informações nesta página.

Entretanto, há diversas fontes sobre o tema. Já transcrevemos, noutra página deste saite, o seguinte trecho do livro Medicina Natural ao Alcance de Todos sobre prisão de ventre:

“Todas as doenças próprias da mulher geralmente não tem outra causa, sendo as varizes, flebites, hemorroidas, fluxos vaginais, transtornos da menstruação, tumores, histerismo, afecções sexuais e da pele, etc., consequência próxima ou remota da prisão de ventre.” (Grifo nosso.)

De fato, o autor desse livro, Manuel Lezaeta, afirma que a prisão de ventre é a mais letal de todas as doenças. Mas o mais impressionante é o fato de que se a pessoa evacua diariamente uma ou mais vezes isso não significa que ela não tenha problemas digestivos e intestinais. Convidamos ao leitor a refletir profundamente sobre o assunto, o que pode levar a práticas salutares e assim resultar numa vida mais longa e saudável, com efeito determinante sobre a pele.

A grande verdade é que quase todas as pessoas tem os intestinos profundamente congestionados. Os resíduos alimentares permanecem aderidos nas paredes intestinais por anos e até por décadas, causando cada vez mais e mais transtornos. O livro mencionado no início desta página menciona que há casos de pacientes que após sua morte foi encontrada em seus intestinos tanta matéria mórbida aderida nas paredes que só havia passagem correspondente ao diâmetro de uma caneta.

Como a absorção da maioria dos nutrientes se dá a partir dos intestinos, se eles se congestionam ocorre grave interferência na absorção dos nutrientes. Há, também, intoxicação do sangue a partir desses dejetos, o qual inunda o sistema nervoso, irrigando-o com material de má qualidade. O sistema nervoso é que transmite ao corpo a energia vital; se intoxicado, toda a vitalidade fica seriamente comprometida. Ademais, com tanta toxidade, o fígado é obrigado a trabalhar de forma mais árdua, tornando menos eficientes suas funções. Já vimos que o fígado é responsável pelo funcionamento de todas as células do organismo e que é comum chamarem ao melasma “manchas de fígado”. Assim, os resíduos acumulados nos intestinos resultam uma saúde cada vez mais debilitada.

Veja este interessante trecho de Andreas Moritz (A Surpreendente Limpeza do Fígado e da Vesícula), retirado do capítulo cinco (Regras Simples para Evitar a Formação de Cálculos), item dois (Mantenha seu Cólon Limpo):

Um intestino grosso débil, irritado e congestionado, se converte em campo fértil para a aparição de bactérias nocivas. Isto significa que metabolizam materiais das fezes potencialmente danosos. Um efeito secundário dessas atividades são as substâncias tóxicas produzidas pelos micróbios. Algumas dessas toxinas produzidas pelas bactérias entram na corrente  sanguínea, a qual as conduz diretamente para o fígado. A constante exposição das células hepáticas a essas toxinas inibe seu desempenho…”

Esse trecho explica bem o que já dissemos em outras partes deste saite sobre o fato de que um intestino problemático gera problemas para o fígado.

O seguinte vídeo ilustra um pouco os problemas intestinais. Observem-se os 5min30s, quando o depoente menciona o desaparecimento de suas manchas no rosto após o tratamento de limpeza intestinal:

 

 

A seguir, mencionaremos métodos para a limpeza dos intestinos.

(Obs.: É importante lembrar que, quando se realiza a limpeza do fígado, mencionada na página respectiva, neste blog, deve-se realizar uma limpeza do cólon antes do dia em que saem as pedras e outra depois.)

O ítem dois do capítulo cinco (mencionado acima) do livro de Andreas Moritz enumera métodos para limpar o cólon:

1) As chamadas irrigações colônicas, também chamadas hidroterapia do cólon. Segundo o autor, dura de 30 a 50 minutos. Usam-se de três a seis litros de água e, juntamente com massagens abdominais fazem que depósitos antigos de dejetos presos nas paredes dos intestinos se desprendam. É um procedimento clínico e você deve consultar um especialista da área.

2) “Se você não pode buscar a ajuda de um especialista do cólon, pode  talvez beneficiar-se usando o colema board… como uma segunda opção. O colema board lhe permite limpar o cólon na comodidade de seu lar… “

Sobre esse aparelho, já falamos no final da página http://curacompletaparaomelasma.seublog.net/?page_id=496. Vamos reproduzir esse texto: (mas, antes, vamos lembrar que foi concebida um equipamento caseiro que pode ser usado para fazer enema profundo que você pode fazer em casa, conforme explica o link

“O colema board é uma aparelho vendido pelo saite norte-americano  http://www.colema.com/. Há vários vídeos sobre seu funcionamento, cujos links seguem no final desta página. Durante o uso desse aparelho, a água entra pelo canal do reto, lavando todo o cólon; quando se dão os movimentos peristálticos intestinais, o paciente pode eliminar os excrementos sem retirar o tubo do reto. São aterrorizantes as imagens mostradas no livro que indicamos em   http://curacompletaparaomelasma.seublog.net/?page_id=498 dos dejetos evacuados do cólon mediante o método indicado nesse livro, o qual envolve esse aparelho.”

No final dessa última página indicada acima há três vídeos explicativos sobre o funcionamento do colema board.

Construa sua versão desse aparelho, conforme foi concebida e mencionada no link acima e no final da última página mencionada acima.

3) Uma outra forma de se limpar o cólon é por meio dos sais de epson (sulfato de magnésio). Segundo Andreas Moritz, esse método limpa não apenas o cólon, mas também o intestino delgado. Consiste em se misturar, diariamente, durante três semanas, uma colher de chá dessa substância que se compra em farmácias com um copo de água morna e tomar na primeira hora da manhã. Esse processo limpa muito das placas, resíduos e parasitas que ficam aderidos à parede intestinal. Este tratamento pode ser feito três vezes ao ano.

4) Há outros métodos, como o que utiliza o óleo de rícino. Deve ser tomado misturando-se três colheres de chá em um terço de copo d’água em jejum pela manhã ou à noite antes de dormir.

5) Uma colherada de suco de aloe vera diluído em um pouco de água antes das refeições, ou pelo menos uma vez ao dia antes do desjejum, também é um ótimo método para se limpar os intestinos.

6) O método descrito no livro sobre o qual se falou no início desta página é bastante radical. Consiste em se fazer uma dieta especial, por sete dias, durante os quais se tomam apenas as substâncias indicadas pelo autor. Nesse período, pratica-se a limpeza de intestino por meio do aparelho colema board duas ou três vezes por dia (o aparelho de enema profundo que concebemos, cujo link encontra-se nesse blog,  substitui esse aparelho). É por meio desse sistema que se retiraram os dejetos cujas imagens são espantosas de que se falou no início desta página.

Como os vocábulos que designam as substâncias recomendadas pelo autor estão em inglês, estamos com dificuldades em traduzir os termos; desconfiamos que alguns desses produtos podem ser substituídos por outros. Estamos estudando o assunto e esperamos trazer mais luz aos leitores sobre o assunto no futuro.

Quem se interessar por detalhes dessa limpeza e dos produtos, favor deixar um comentário neste blog, que teremos prazer em responder e adiantar algo sobre o tema.

 

 

 

 

 

 

 

4 respostas a Limpeza do Cólon

  1. administração disse:

    Laiane, qualquer coisa que se faça em prol da saúde já ajuda; quanto mais se fizer, maiores serão os benefícios. Devemos buscar reflexões para compreender as ações que devemos tomar nesse sentido e pedir ajuda divina, além de estudar bem o material que se tenha disponível. Assim, com o tempo nossa mente vai se abrindo e as coisas vão ficando mais claras.
    Quanto ao tempo que se deve tomar o sulfato de mg, o que devemos saber é que, como diz um sábio, vivemos num “labirinto das teorias”. Cada autor afirma uma coisa contrária à que outro autor afirmou, e não sabemos que rumo tomar. O fato é que cada indivíduo tem suas particularidades bem próprias. Então, é possível que uma determinada pessoa precise tomar o sulfato durante duas semanas e outra, durante três (assim como pode haver quem não precise tomar nem por uma semana). Talvez se a pessoa tenha um histórico de grave prisão de ventre precise tomar mais tempo. Terá de ser você quem decidirá.

  2. sera que a limpeza do colon com sulfato de magnesium ja ajuda ?estou fazendo uso dele, e tambem estou em duvida porque na caixinha fala que deve se usar ele so por duas semanas e no site fala que deve ser tres, o que vcs acham

  3. administração disse:

    Falamos sobre a limpeza dos rins em nossa página http://curacompletaparaomelasma.seublog.net/?page_id=501.
    Também há outros meios, como através do limão, como se pode encontrar na internet. A “cura do limão” também é um método fantástico para limpar não só os rins mas todo o organismo.

  4. luiza disse:

    como se faz uma purificação dos rins e da bexiga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *