Fatores emocionais

Conforme temos demonstrado nas páginas deste blog, o melasma, como qualquer doença, é o resultado de desequilíbrios em nosso organismo. Entretanto, não existe equilíbrio orgânico que não esteja conexo com os demais elementos que compõem o nosso corpo, os quais não são muito bem definidos pelos cientistas, já que são bem menos palpáveis. Estamos falando de conceitos relacionados à mente, à alma, ao espírito.

Veja o que o Dr. Bernard Jensen assevera, na página 11 de seu livro mencionado neste saite: “As pessoas lidam com desequilíbrios orgânicos e psicológicos, e eu procuro a raiz de seus transtornos ao encontrar aquilo em que elas acreditam, o que está na profundidade de seus problemas. Se você acredita numa mentira, você vive uma mentira. Se você acredita na felicidade, deseja a felicidade e sabe como lutar para obter a felicidade, então você tem chance de ser feliz. Entretanto, uma pessoa que vê a si mesmo como doente, deprimida, melancólica, bloqueada e incapaz de ir bem na vida  deve ser reeducada. Ela criou o seu próprio mundo e ficou aprisionada dentro dele.”

O saite http://www.gnosisonline.org/textos-especiais/os-centros-da-maquina-humana/  afirma que nosso corpo está composto por cinco centros que comandam todas as nossas atividades: o intelectual, o emocional, o motriz (dos movimentos voluntários), o instintivo (das ações orgânicas involuntárias) e o sexual. Para haver equilíbrio de toda a máquina humana é necessário haver bom equilíbrio entre esses cinco centros. Se um indivíduo está exagerando na prática de determinadas atividades que requerem excessivo esforço de um determinado centro, haverá desequilíbrio e falta de energia em todos os outros centros, e, consequentemente, em todo  o corpo, conforme assevera o texto relacionado ao link acima.

Devemos analisar profundamente quais são as fontes que ocasionam desarmonia em nossa vida, principalmente em termos emocionais, cujos fatores  têm sido mencionados por especialistas como causadores de doenças de pele, incluindo o melasma. Sentimentos reprimidos, como raiva, mágoa e outros parecem ser bastante deletérios para a saúde. O conflito com o mundo, a ansiedade, a expectativa exagerada em conseguir resultados, e muitos outros sentimentos e atitudes mentais negativas também nos trazem considerável desarmonia. Com o devido respeito e dignidade, tudo pode ser dito. Esses sentimentos que  se deseja exprimir e e não se exprimem têm particular efeito negativo sobre nossos órgãos, especialmente em nossos intestinos.

A medicina chinesa afirma que a pele está ligada diretamente ao fígado e ao pulmão. Para o primeiro, há a limpeza do fígado; quanto ao segundo, segundo a milenar medicina chinesa, ele se enfraquece quando alimentamos sentimentos como a tristeza, a melancolia, a depressão. Profundas reflexões a respeito da vida e orações, como indicado abaixo, com certeza ajudam. Exercícios respiratórios como indicado em nossa página (http://curacompletaparaomelasma.seublog.net/?page_id=263) também.

Há que pedir à Providência, constante e insistentemente, que elimine as causas desses sentimentos, que são os nossos defeitos, e agir com inteligência, expressando tudo o que desejamos exprimir com franqueza. Há uma interessante técnica para a eliminação de defeitos psicológicos no pequeno livro contido no link http://gaianovaera.blogspot.com.br/2011/02/hercolubus-ou-planeta-vermelho-vm.html .  Ainda que se tenha outra religião ou que não se tenha religião nenhuma, devemos sempre ter a mente aberta para considerar coisas novas; como disse o sábio: provai de tudo e retende o que é bom.

A medicina chinesa afirma que quando nós nos preocupamos demais com um problema, por exemplo, em nosso corpo,  enviamos energia em excesso para aquela área do corpo; essa energia acumulada aí pode até agravar o problema. Também se diz que quando nos preocupamos demais com um problema qualquer, gera-se um bloqueio das nossas energias  que dificultam nossa interação com as energias divinas que vêm em nosso socorro, impedindo estas de agir.

Ideia interessante é aquela que consta no texto contido no link acima mencionado, sobre os problemas. Devemos abstrair um certo problema que tenhamos dos fatos que o causam.  São duas coisas distintas. O problema está dentro de nossa mente. Os fatos que o ocasionam estão fora. Devemos esquecer o problema e assim ele desaparecerá. Os fatos que o causam resolvem por si mesmo. Por exemplo, há pessoas que têm melasma e não dão a mínima para as manchas. Para essas pessoas, o melasma não é problema algum.  Nesse caso, o interessante em se acabar com as manchas reside em se curar algo no organismo que as causam e que poderia gerar outras complicações no futuro. Mas o importante, em qualquer caso, é fazer o possível, sem alimentar sentimentos como ansiedades ou maiores preocupações. No fim, as manchas vão sair mesmo, de um jeito ou de outro. Há uma frase que sintetiza o fim de todas as preocupações desnecessárias: “Diante da certeza da morte, tudo é vaidade.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *